Nas antemanhãs longínquas


Nas antemanhãs longínquas o sangue dos dragões da perda, na tarde oblíqua a incerteza dos seus voos chineses — com mandarins supérfluos discutindo estéreis impossibilidades, lá longe, na luz circular do dia xintoísta, inquirindo da minha constante indiferença abstracta.


Título: Nas antemanhãs longínquas
Heterónimo: Vicente Guedes
Número: 68
Página: 95
Nota: [94-65, dact.];;


Edições Virtuais