Visto que todo o homem superior


Visto que todo o homem superior
tem uma tragedia, o melhor
que temos a fazer é intrujarmos
essa tragedia, esbatendo-a
com o menos tragi[ci]dade possivel.

            ──────────

... lavrando de a a morte e a abandono
o ouro e o silencio da sua
molleza leve...

Grandes paysagens por cujas
moradias baixas ou porta passes e
de cujas chaminés mero fumo apenas
      o azul; palácios, fontes       


Identificação: bn-acpc-e-e3-133f-1-100_0003_2-R0150
Heterónimo: Não atribuído
Formato: Folha (19.2cm X 13.7cm)
Material: Papel
Colunas: 1
LdoD Mark: Sem marca LdoD
Manuscrito (pen) : Testemunho manuscrito a tinta preta.
Nota: , Texto escrito no recto de uma folha pautada, picotada no topo. Apenas Teresa Sobral Cunha inclui este texto no corpus do "Livro do Desassossego".
Fac-símiles: BNP/E3, 113F-2r.1
Testemunhos

Edições dos Peritos


Edições Virtuais