O único homem feliz


O único homem feliz é o que não toma nada a sério. Quanto mais as coisas se tomam a sério, mais infeliz se é. O que toma a sério a sorte da humanidade é quase o mais infeliz de todos os homens... Quase: o que toma a sério a sorte do mundo e o enigma do universo é ainda mais infeliz.


Título: O único homem feliz
Heterónimo: Vicente Guedes
Número: 120
Página: 123
Nota: [133C-85, ms.];
Nota: Apenas Teresa Sobral Cunha inclui este texto no corpus do "Livro do Desassossego".
Testemunhos

Edições dos Peritos


Edições Virtuais