Carta a Armando Cortes Rodrigues, 4 de Outubro de 1914


Da correspondencia a Armando Cortes Rodrigues

... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ...
... Nem lhe mando outras pequenas cousas que tenho escrito nestes dias. Não são muito dignas de serem mandadas, umas; outras estão incompletas; o resto tem sido quebrados e desconexos pedaços do Livro do Desassossego.

... ... ... ... ... ...
O meu estado de espirito actual é de uma depressão profunda e calma. Estou há dias ao nivel do Livro do Desassossego. E alguma cousa dessa obra tenho escrito. Ainda hoje escrevi quase um capitulo todo.
... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ...

(em 4 de Outubro de 1914)


Título: Carta a Armando Cortes Rodrigues, 4 de Outubro de 1914
Heterónimo: Não atribuído
Número: 0
Página: 41
Data: 04-10-1914
Nota: [ACR-CORR-4479-1, 2 e 3];
Nota: Na edição de Jacinto do Prado Coelho, Maria Aliete Galhoz transcreve excertos desta carta num conjunto de testemunhos iniciais de Fernando Pessoa sobre o "Livro do Desassossego" (1982: XXXV-XLVII).


Edições Virtuais