Jacinto do Prado Coelho

Teresa Sobral Cunha

Richard Zenith

ANEXO | 164



〈Tão pouca cousa, e no meu coração deserto〉
          〈Emfim, um oasis pequeno;〉
─────────────────────────

〈M〉
Tão pouca cousa!
Mas ha oasis pequenos.
Coração deserto
Minutos serenos
Não os teus decerto...

Oasis não grande